sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Sábado o cantor Dudu Nobre se apresentará no Sesc de Campos

Um dos maiores sambistas do país, o cantor e compositor Dudu Nobre apresenta, no próximo sábado (07/12), no Sesc Campos o show “Ainda é cedo”.
Trata-se do nome do seu mais novo CD, produzido por ele e Rildo Hora, seu parceiro desde o primeiro trabalho. Quem for ao Sesc poderá ouvir as músicas do 13º CD da carreira do músico pagando preços populares que variam de R$ 3 a R$ 10. O show começará às 20h.
O novo álbum é composto por 12 faixas, sendo nove da autoria de Dudu com grandes parceiros, entre eles Nei Lopes, Claudemir, Moises Santiago, Fernando Magarça, Roque Ferreira e Chiquinho dos Santos. Além dessas, ele aproveitou para gravar a música “Centelha”, de Nelson Rufino e Ivan Solon, “Voo de paz”, de Jorge Aragão e Zeca Pagodinho, e “As 40 DPs”, de Gil de Carvalho.
Em “Ainda é cedo”, Dudu canta sobre amor, paixão, relacionamentos que não deram certo, e, como não poderia faltar, sobre a malandragem e seus interesses.  Destacam-se a faixa-título, “Ainda é cedo”, a linda poesia de “Só quero voltar a sonhar”, a criatividade de “As 40 DPs” – música que aponta a localização de delegacias de polícia – e o chamado de “Vem sambar menina”.
Nascido no Rio de Janeiro, em 1973, João Eduardo de Salles Nobre, o Dudu Nobre, é um dos artistas mais respeitados da música popular brasileira. Compositor e cantor consagrado, Dudu teve o seu primeiro contato com a música ainda na infância, quando, com cinco anos de idade, começou a tocar cavaquinho. Ao perceberem que o filho tinha potencial, seus pais resolveram inscrevê-lo em aulas de piano clássico. Dudu passou a conciliar os estudos com os ensaios. Tornou-se conhecido do público ao gravar “Tempo de Don Don”, “Goiabada Cascão” e “A grande família”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário